Estágios da celulite

28/02/2018
Estágios da celulite

Celulite é sem duvida um dos maiores incômodos estéticos das pacientes. De acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia, a disfunção afeta oito em cada dez mulheres, ou seja, é extremamente comum.

Esses “furinhos” existem por conta do hormônio estrogênio, que permite o acúmulo de gordura na coxa, nádegas e quadris. Fatores genéticos, má alimentação e sedentarismo são os grandes responsáveis pelo surgimento.

Mas você sabia que existem estágios da celulite? Cada pessoa requer um determinado tipo de tratamento e cuidado. Dependendo do caso, podemos diminuir consideravelmente os efeitos visíveis na pele.

NÍVEIS DE ESTÁGIO

Separamos em quatro estágios, que caracterizam do mais sutil até a mais transparente. O aspecto pode variar de paciente para paciente.

Estágio 1

É a fase inicial, o acúmulo de gordura ocorre na célula. Assim, as ondulações características na pele só aparecem se comprimidas pelas mãos. Esse estágio já pode ocorrer na adolescência. É recomendado iniciar os cuidados nesse período, mantendo uma alimentação saudável e praticando atividades físicas.

Estágio 2

Já conseguimos perceber a celulite sem a necessidade de compressão da pele, por conta do aumento da disposição de gordura nas células. Neste caso, é recomendado que o paciente faça exercícios, se alimente bem e comece a fazer tratamentos, como a massagem modeladora e drenagem linfática.

Estágio 3

Nesse estágio, a celulite já pode ser associada ao ganho excessivo de peso. Seu aspecto começa a adquirir o aspecto “casca de laranja”, já que existe pouca circulação de sangue no tecido adiposo. É comum a presença de dor nas pernas e mau condicionamento físico, que pioram a medida que a pessoa engorda. É recomendado consulta com um especialista antes da indicação do tratamento.

Estágio 4

Os nódulos da celulite são bem perceptíveis e apresentam um aspecto inchado e endurecido, que aponta para formação de fibrose. Além da questão estética, esse estágio acompanha dor e desconforto. Assim como no estágio 3, é recomendado a busca por um especialista para tratamentos e a mudança de estilo de vida.

Dicas simples para ajudar no combate

- Beba bastante água. O líquido auxilia no transporte de nutrientes e oxigênio para as células, favorecendo a eliminação de toxinas.

- Dieta saudável: alimentos diuréticos e ricos em antioxidantes auxiliam no combate. Reduza consumo de sódio, embutidos e doces.

- Pratique exercícios físicos regularmente. Movimentar o corpo é bom para circulação sanguínea, que ajuda a evitar a celulite.

Voltar para Blog