Uso de diferentes marcas de toxina botulínica

18/04/2018
Uso de diferentes marcas de toxina botulínica

Já aconteceu de você marcar um Botox com seu dermatologista e se deparar com uma marca diferente de toxina botulínica? A sensação pode lhe causar desconforto e até certo receio na dúvida se a marca utilizada irá realmente funcionar. Mas, por que não? Foi para responder esta mesma pergunta que iniciei minha experiência no uso de outras marcas de toxinas botulínicas, além, lógico, de não abandonar a mais famosa e pioneira de todas: o Botox. Atualmente no meu consultório o paciente irá encontrar as três marcas mais cobiçadas pelos dermatologistas mundiais: a Abo-botulinum toxin A (Dysport), a Ona-botulinum toxin A (Botox) e a Inco-botulinum toxin A (Xeomin). Todas apresentam excelentes estudos científicos que contemplam sua potência farmacológica, mas a única maneira de dar certo é procurar um médico que saiba trabalhar muito bem todas elas.

Outrora, alguma destas marcas costumava imperar de forma temporária no meu consultório e o paciente era submetido a uma exclusiva marca durante sua sessão de bloqueio muscular. Mas, como sabemos, o tempo de duração do tratamento é de 4 a 6 meses e, numa próxima sessão, acontecia de fazermos uma marca diferente da anterior no mesmo paciente. Isto me garantiu conhecer de forma bem diferenciada a maneira de como cada uma delas atua ao longo destes mais de 15 anos de profissão com ênfase em estética.

De poucos meses para cá, tenho trabalhado de forma diferente. Aplico cada tipo de toxina botulínica de acordo com a demanda de cada região da face. Ou seja, a escolha do tipo de toxina reserva-se a cada região do terço superior da face considerando que cada uma tem sua característica especial.

O interessante disto tudo foi que recentemente participei de um congresso em Mônaco – o Aesthetic & Anti-aging Medicine World Congress e teve uma palestra exatamente sobre isto com Dr Anna Maria Olsen. Para quem não a conhece, esta dermatologista rejuvenesce o rosto de vários artistas no Reino Unido. Ela indica a Abo botulinum toxin na glabela, Inocbotulinum toxin nas laterais das rugas da testa e utiliza a Ona botulinum toxin nas regiões periorbitárias. E agora eu retorno com a pergunta: E por que não?

Voltar para Blog