A INFLUÊNCIA DA CORRIDA NA PELE

07/11/2018

Você sabia que sua pele pode ser prejudicada por causa da corrida? Isso acontece porque a atividade intensa estimula a produção de radicais livres e a flacidez da pele, por causa da ação da gravidade e da perda de gordura que o esporte proporciona.

- Os radicais livres são perigosos porque possuem um elétron livre em sua órbita que se liga a proteínas essenciais para nossa saúde mental e física, como, por exemplo, ao colágeno, promovendo o ressecamento em um processo conhecido como como desnaturação proteica. Com isso, o colágeno deixa de exercer sua principal função na pele, a de sustentação.

Para que os cercas de 5 milhões de brasileiros que praticam corrida não precisem escolher entre o hobby e a beleza da pele, elaborei algumas dicas para minimizar os danos da atividade:

1. Alimentação: Os antioxidantes são moléculas de carga positiva que anulam a ação de oxidação dos radicais livres. E eles estão mais ao alcance do que se imagina: nos alimentos. Estudos mostram que uma alimentação rica em frutas, legumes, vegetais, hortaliças e cereais garantem uma boa proteção contra os radicais livres e ainda reduzem consideravelmente o risco de envelhecimento precoce.

2. Filtro solar: Pessoas que passam a fazer uso de protetor solar diariamente têm, após um período de quatro anos, uma chance 24% menor de apresentar sinais visíveis de envelhecimento da pele causado pelo sol em comparação às que não se protegem adequadamente.

3. Bioestimuladores de colágeno injetável: São substâncias biocompatíveis e biorreabsorvíveis que quando aplicadas na pele produzem reação inflamatória que estimula o aumento na produção das fibras de colágeno.O tratamento é injetável e pode ser realizado no abdome, glúteo, braços e pernas com o objetivo de melhorar a flacidez e a firmeza da pele. Os mais eficazes são o ácido polilático, a hidropaxiatia de cálcio, e mais recentemente, a policaprolactona.

4. Laser Fotona: Trata-se de um grande aliado em procedimentos para rejuvenescimento de diversas áreas do corpo. De forma não invasiva e segura, o laser promove a melhora da textura da pele, estimulando a produção de colágeno, enquanto reverte danos causados pelo sol.

5. Tratamento anti-idade: Métodos caseiros como o uso de cremes noturnos com fator de crescimento, ou seja, à base de proteína, suplementação de ácido hialurônico ou de colágeno hidrolisado minimizam os efeitos colaterais da liberação de radicais e auxiliam na regeneração da pele.

Voltar para Blog