COMO CUIDAR DOS BARBUDOS DO OSCAR 2019

18/02/2019

Se tem uma coisa que não falta esse ano no Oscar, são barbudos. Atores e diretores vão representar bem os barbudos, como Bradley Cooper, Chadwick Boseman, Spike Lee, Willen Dafoe, entre outros. Mas essa modinha não é só para os astros do cinema. As ruas estão cheias de homens e jovens, com barbas em diversas versões e formatos. Pensando nesse público, listei alguns cuidados para manter a barba e a pele saudáveis.

Aprenda o passo a passo dos cuidados que todo barbudo deve ter com a sua pele e pelos.

Limpeza- lavar a barba diariamente com shampoo específico ou produtos com Ph em torno de 4 com carga positiva. Dê preferência aos produtos com enxofre e ácido salicílico que contribuem para a limpeza e controlam a oleosidade. A limpeza é fundamental para que não haja um grande acúmulo de bactérias no local.

Hidratação – após a limpeza, recomendo uma boa hidratação que pode ser com condicionador, óleos ou balm que deixam os fios mais sedosos. O uso de hidratante específico para peles acneícas pode ser utilizado neste local para manter a barreira de proteção da pele intacta. Além disso, alguns possuem ativos que ajudam a reduzir a irritação pelo atrito, como o óleo de maleleuca ou a nicotinamida.

Pentear – assim como o cabelo a barba deve ser penteada para alinhar os fios.

Aparar – Sugiro aparar a cada 3 a 5 dias. As vezes um pequeno corte pode ser melhor que qualquer hidratação.

Caspa na barba / coceiras - Ocorre pela falta de hidratação dos pelos e descamação excessiva da pele. Se for simples, isso pode ser resolvido com shampoo anticaspa, passando em dias alternados. Caso persista, consulte um dermatologista para afastar eczemas de contato, dermatites seborreicas ou foliculites que esteja causando a coceira.

Peles acneicas - O uso de hidratante específico para peles acneicas pode ser utilizado neste local para manter a barreira de proteção da pele intacta.

Inflamação do folículo– Foliculite é uma infecção de pele que se inicia nos folículos. Pode ocorrer por uma infecção bacteriana ou fúngica, mas também pode ser causada por vírus e, até mesmo, por uma inflamação de pelos encravados. A infecção se apresenta no formato de pequenas espinhas, de pontas brancas, em torno de um ou mais folículos. A maioria dos casos de foliculite é superficial, mas pode coçar e doer. Normalmente, a inflamação do pelo se cura sozinha, mas casos mais graves e recorrentes merecem atenção e tratamento com um dermatologista, pois podem levar a perda permanente do pelo e cicatrizes.

Remoção dos pelos – esse item serve para os que cansaram da barba e desejam fazer a remoção. Recomendo a aplicação a laser, energia emitida pelo aparelho que leva ao enfraquecimento e destruição do pelo. A redução do pelo é temporária, por isto, recomendamos no mínimo seis sessões com intervalos mensais, e uma manutenção após seis meses do tratamento. Após cada sessão, a pessoa pode retomar suas atividades diárias, sem exposição solar no local.

Voltar para Blog
Whatsapp Clique para entrar em contato