Desequilíbrio emocional pode afetar a pele

22/04/2015
Desequilíbrio emocional pode afetar a pele

Uma aparência jovem e saudável é importante na sociedade moderna. Muitas pessoas se sentem ansiosas sobre os possíveis sinais visíveis de envelhecimento e buscam conselhos dermatológicos. Como dermatologistas, entendemos que a preservação da saúde e o aspecto da pele são importantes fatores no bem-estar e felicidade do nosso paciente. Porém, sabemos que o paciente precisa ter equilíbrio emocional para garantirmos uma pele saudável.


Algumas doenças dermatológicas são bastante influenciadas pelo estresse emocional. Destacamos algumas delas:

  • Vitiligo – muito comum o paciente desenvolver as primeiras manchas brancas após um forte desajuste emocional.
  • Psoríase – tanto pode iniciar um quadro após um grande estresse quanto ter uma importante piora ou aumento das lesões.
  • Dermatite seborreica – tão parecido com psoríase que mesmo estresse também contribui para piora das lesões, sendo necessário a avaliação pelo dermatologista para diferenciar o diagnóstico entre as duas doenças.
  • Acne – como o estresse pode causar uma descarga de cortisol, este hormônio pode promover o aumento na secreção sebácea e promover o aumento na oleosidade na pele.


Assim, muitas vezes necessito do acompanhamento do paciente com um psicoterapeuta para conseguir resultados melhores nos tratamentos destas doenças.

Voltar para Blog
Whatsapp Clique para entrar em contato