BOCA COM OS CANTINHOS CAÍDOS?

03/06/2022
BOCA COM OS CANTINHOS CAÍDOS?

CONHEÇA CINCO PROCEDIMENTOS QUE LEVANTAM AS LATERAIS DOS LÁBIOS

Conforme envelhecemos, os lábios caem e os cantos laterais se direcionam para baixo, dando um aspecto tristinho à fisionomia. Não à toa a dermatologista Gabriella Albuquerque conta que se trata de uma das queixas principais em sua clínica. Para tratá-la, ela lança mão de cinco procedimentos, que podem ser combinados, ou não, de acordo com uma avaliação individual de cada paciente.

Os tratamentos podem ser feitos com toxina botulínica, laser Ultraformer, ácido hialurônico, fios de PDO e de tração. Abaixo, a médica, credenciada pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, explica como cada um deles atua.

“A toxina botulínica é usada para diminuir a força do músculo depressor do ângulo da boca. Com isso, há um relaxamento dessa musculatura, fazendo com que as laterais da boca não caiam.”

“O laser Ultraformer, que combina ultrassom micro e macrofocado, consegue reposicionar a musculatura da região, além de trabalhar a pele em torno dela. Com isso, há também uma suspensão dos cantos labiais.”

“O ácido hialurônico é aplicado para fazer uma modulação muscular, técnica que regula a contração da face. Ao ser injetada na região, a substância promove um descolamento das traves que conectam a pele e o músculo, diminuindo a força que traciona as laterais da boca para baixo.”

“Os fios de tração Silhouette reposicionam e suspendem toda a região zigomática, que é a maior zona de resistência da face. Essa área abrange a linha da mandíbula, cuja gordura ao lado do queixo é apelidada de buldogue, e também os cantinhos labiais.”

“Os fios de PDO fazem um bioestímulo de colágeno, proteína que sustenta a pele. Por terem um formato de parafuso, conseguem desconectar a pele do músculo e, assim, melhorar as laterais dos lábios.”

Voltar para Blog
Whatsapp Clique para entrar em contato