FIOS DE SUSTENTAÇÃO NO ABDÔMEN

27/07/2022
FIOS DE SUSTENTAÇÃO NO ABDÔMEN

TECNOLOGIA TRATA FLACIDEZ DEIXADA PELA LIPOASPIRAÇÃO, PÓS-PARTO E “EFEITO SANFONA”, SEM CIRURGIA

Você sabia que os fios de sustentação, além de promoverem um efeito lifting sem cirurgia no rosto, também tratam a flacidez corporal, de forma rápida, não invasiva e sem deixar cicatrizes? Segundo a Dra. Gabriella Albuquerque, médica da Sociedade Brasileira de Dermatologia, especialista em rejuvenescimento facial não-cirúrgico, o procedimento apresenta ótimos resultados no abdômen. Principalmente, para tratar a flacidez que surge no pós-parto, depois de uma lipoaspiração, ou com o efeito sanfona, de quem emagreceu e engordou várias vezes.

“Essa tecnologia consegue remodelar a região inferior da barriga, conhecida como “umbigo triste”. Corrige as partes mais frouxas e ajusta os excessos de pele. É ideal para pacientes com um nível moderado e leve de flacidez, que querem evitar ou adiar a cirurgia de abdômen”, explica a dermatologista.

De acordo com ela, os fios de sustentação conseguem elevar a pele abdominal por meio de tração, além de melhorarem seu aspecto ao estimularem a produção de colágeno, proteína de sustentação, que perdemos com a idade. Outro benefício é que não deixam ondulações na pele, como pode acontecer com outros procedimentos.

O implante é feito com microcânulas, sem precisar de cortes, e demora de 30 a 60 minutos. Não é necessário internação e a anestesia é local. Ao fim do procedimento, já é possível ver a elevação da pele. Mas o resultado final aparece em 60 dias e pode durar até dois anos, dependendo de cada organismo.

Na região da barriga, a Dra. Gabriella, costuma usar de quatro a oito fios de acordo com o nível de flacidez do paciente. Ela observa que eles oferecem baixíssimo risco de efeitos colaterais, por serem constituídos de ácido polilático, uma substância naturalmente absorvida pelo organismo. “Gravidez, lactação e infecções locais, além do excesso de flacidez, são as principais contraindicações”, finaliza a médica.

Voltar para Blog
Whatsapp Clique para entrar em contato